sexta-feira, 8 de março de 2013

Livro do mês de Março

Postado por Enfim Shakespeare às 9:00 AM
Entrevista com a Escritora Keila Gon autora do livro do mês, espero que gostem e conheça mais da autora e de Sua Obra "Cores de Outono"





Keila, é com prazer que recebo você em meu Blog e essa entrevista tem como intuito de conhecer o escritor. no caso você.

Falando sobre você...

Quando você começou a escrever esse livro ou outras histórias?

Este livro foi o primeiro, nunca havia me aventurado no mundo das letras antes. Comecei a escrever “Cores de outono” em julho de 2010, ele levou mais ou menos seis meses para ficar pronto. Mas foi revisado milhões de vezes e em cada revisão eu mudava de ideia... A última versão foi finalizada em setembro de 2011.

Você tem um escritor preferido?

José de Alencar e sua doçura narrativa. Jane Austen... prosaico, eu sei, mas ela é atemporal. Gaston Leroux (ele foi um gênio ao criar Eric). Arthur Conan Doyle, sou fissurada em Sherlook Holmes. Frances Mayes, a mestra dos detalhes! Existem muitos... mas, ultimamente, fiquei mmmuuuiiitttooo fã da Colleen Houck! Amo seus Tigres!!! E não é porque eu tenho gato não... (risos)

Você aparentemente gosta de ler e ainda comenta sobre alguns livros e autores no seu livro, quais livros marcaram a sua vida?

Com certeza gosto de ler. Se o livro é bom, viro a noite, não tem jeito. Comento sobre livros e autores queridos em “Cores” e eles marcaram minha vida. Um em especial, mais que os outros... “Cinco minutos” -  José de Alencar.

Como conciliar vida de escritora com sua vida pessoal?

Muuuiiitttooo difícil. Mas como diria Reinaldo Dias, um professor da faculdade... “ O que você faz da meia-noite às seis da manhã?”

Teve o apoio da família e amigos ou foi uma trilha solitária?

No começo acho que foi mais compaixão (risos). Quem é de outro ramo e começa a escrever entende o que quero dizer... Os amigos e familiares são solidários a sua paixão até entenderem a seriedade da coisa. E no meu caso foi apoio total! Nem sei o que faria sem a ajuda deles... principalmente minha irmã, que aturou horas de conversas telefônicas (risos).

Qual foi a importância desse novo projeto para sua vida tanto pessoal como profissional?

O nascimento de um novo mundo que me dá muito prazer. E nada melhor do que trabalhar com sua paixão!

Falando sobre o livro...

Você se inspirou em algum escritor, alguma música ou filme para escrever o livro?

Muitos livros, muita musica e muitos filmes! Mas principalmente lugares e contos que ouvia do meu avô na infância em Minas Gerais. Mas é verdade que em cada trecho do livro eu buscava uma conexão com uma emoção diferente... Minha mente precisava ser alimentada o tempo todo! Viajei muito... caminhei por horas ouvindo música... Mas se tivesse que escolher ... Humm... A doçura de José de Alencar, a letra  de “Gotta be somebody” do Nickelback ( que considero a música tema do livro) e a metáfora do filme “ A Bela e a Fera” ( sim, o desenho, adoro esse filme desde sempre!!!)

Você se identifica com a Mel ou outro personagem do livro?

Com a Melissa, claro ( com certeza sou desastrada e envergonhada como ela, muitas vezes ingênua e teimosa), com a Alice ( sou a irmã mais nova, que vê na irmã mais velha uma heroína... amo minha Tata) o Arthur ( sua persistência e humor) e o próprio Vincent ( ele com certeza é meu alter ego, sabe aquele momento que você quer pulverizar o outro com o olhar... pois é) Ma não posso assumir todos os créditos, “todos” os personagens são um mix de personalidades reais, de pessoas que conheço “muito” bem (risos).

Você gosta de dar detalhes e manter o enigma como foi conciliar essas duas maneiras de escrever?

Sou detalhista (risos), gosto de ler livros com carga de detalhes e esse foi um dos pontos que briguei para deixar no livro. Acho que os detalhes trazem o leitor para dentro da história. Já o enigma... bom minha única preocupação era conciliar emoções e acontecimentos para não perder o ritmo.

Quando você iniciou o livro você pensou em apenas um livro, trilogia ou uma série?

No começo seria um, mas o livro ficou muito grande.... e a história merecia mais. Quero ver o Vincent, a Melissa e a Alice em muitas aventuras e elas não caberiam em um livro.

Você está na esperança de atingir um publicou alvo, ou o livro foi escrito para um publico em especifico?

Sinceridade... Tenho leitores apaixonados na casa dos 60, outros tem 14... Os homens reclamam do excesso de romance e pedem mais ação, as mulheres são indiferentes a ação com tanto que haja romance nas cenas (risos). Acho que “Cores” nasceu para divertir e entreter, sem restrições.

Você encontrou dificuldades para escrever o livro, como o Bloqueio de escritor?

Bloqueio... acho que não.... meu problema é a dúvida. Mudar de ideia o tempo todo. Isso enlouquece!!!

Do nome do livro a publicação...

Como foi a escolha do nome do livro?

“Cores de outono” é uma metáfora. A esperança de encontrar felicidade no que parece triste. Em caminhos inesperados.

Quais as maiores dificuldades que você encontrou para publicar o livro?

Editoras dispostas (risos). Muitos selos grandes pegam o livro, mas o retorno é lento. Seu manuscrito até passa algumas fases de avaliação, mas sempre vem o sonoro “não”. A  verdade é que não há muito incentivo para autores iniciantes no Brasil, infelizmente. A grande felicidade é ser aceito por editoras parceiras como a “Novo século” que publica com alta qualidade e competência pelo selo “Novos Talentos”.

A capa é linda e chama a atenção, ficou do jeito que você imaginou seu livro?

A capa é mérito da Editora Novo Século. Confesso que tinha outra coisa em mente, mais simples e convencional. Mas eles foram firmes e insistiram pela cor, e paisagem... E preciso admitir, também gostei muito mais do resultado final! Parabéns a equipe de criação da Novo Século!!

Agora que você vem recebendo pedidos de parceria, como você considera a importância desse laço Blogueiros e você/livro?

Essencial! Os blogs  literários são a ponte até o leitor. A influencia dos amigos blogueiros é incalculável... e neste mercado de descobertas e novidades sua opinião é fundamental para qualquer autor iniciante.

No geral...

Deixe um comentário falando um pouco do seu livro (venda seus peixe rsrsrs), caso queira mencionar algo que não foi questionado na entrevista fique a vontade, eu abro o meu espaço para você.

Quero deixar uma mensagem para os amigos com quem divido essa história...
Acredito que cada um possui sua singularidade, visões diferentes da vida e formas inusitadas de interpretá-las. Portanto, acho justo tentar explicar a mensagem que “Cores” deixou em meu coração. “Cores de outono” nasceu da vontade de ver esperança em qualquer caminho que a vida nos leve. Da coragem de mudar sempre, independente de suas escolhas. De valorizar o que aprendemos, seja com pessoas queridas ou com nossas experiências. Do desejo de viver intensamente, com amor, amizade, alegria... e uma dose moderada de aventura para temperar nossa passagem por esse mundo. E porque não dizer os mundos... sim, pois a imaginação é uma porta mágica e pode levá-los a qualquer lugar!
Beijos Coloridos!!
Keila Gon

Keila, muito obrigada pela parceria, pelo apóio aos Blogs, por me aceitar. Desejo todo o sucesso para o seu livro que eu já iniciei a leitura e estou cheia de vontades de antecipar os acontecimento (risos).
Eu que agradeço Cássia, não brinco não... a opinião de vocês é muito importante!
De coração, espero que “Cores” agrade : ) Beijos

12 comentários:

Jamilly Costa on 8 de março de 2013 10:11 disse...

Muito legal a entrevista,gostei muito dos livros que ela citou <3

Beijinhos,
Lia ¨
www.limaoealecrim.blogspot.com

Amiga da Leitora - Thais on 8 de março de 2013 11:08 disse...

Parabéns pela entrevista, ficou bem completa!! Adorei conhecer mais da autora!!

xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

Livroterapias on 8 de março de 2013 12:39 disse...

Super legal a entrevista!
Feliz Dia da Mulher
Beijos
Rizia - Livroterapias
http://livroterapias.blogspot.com.br/

Angela Graziela on 8 de março de 2013 15:47 disse...

Não conhecia o livro
E gostei bastante da entrevista

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com.br

Joyce Gadiolli on 8 de março de 2013 16:56 disse...

Olá,

A Keila também aceitou ser parceira do meu blog \0/.
Estou bem ansiosa para ler o livro.
bjs

Entre Páginas e Sonhos

Gabriela Gomes on 8 de março de 2013 19:21 disse...

Que legal a entrevista, adorei!
www.espacegirl.com

Lú Miranda on 9 de março de 2013 12:58 disse...

Cores de outono está entre meus desejados de março, quero mt ler essa fofura.

Beijos *-*
clicandolivros.blogspot.com.br

Cores de outono on 9 de março de 2013 13:47 disse...

Olá Cássia,
Obrigada pelo carinho! Foi um prazer fazer essa entrevista : )
Beijos coloridos.
Keila Gon

Rafaelle Vieira on 9 de março de 2013 14:05 disse...

oi!
Eu amei a entrevista! A Keila também é parceira do meu blog, e essa parceira foi uma das melhores coisas que aconteceu no Fascinada por Histórias. O livro é INCRÍVEL! Eu amei a história, os personagens e o ambiente criado pela Keila. Torço pelo sucesso dela porque é uma autora com o grande potencial e Cores de Outono é tudo de bom! ;)

Beijos,

Rafa {Fascinada por Histórias}

Mayara Moraes on 10 de março de 2013 00:08 disse...

Que lindo! *-*

http://esfriouocafe.blogspot.com.br/

Idalina Bordotti on 10 de março de 2013 00:17 disse...

Esta capa é maravilhosa...
eu me interessei por este livro a algum tempo..


Beijos
Ida
http://livrosumvicio.blogspot.com.br

CamomilaRosaeAlecrim on 10 de março de 2013 09:04 disse...

Adorei a entrevista!!! Parabéns pela parceria super importante! Acompanho de perto, claro e o livro é maravilhoso!!!
Beijos
CamomilaRosa

Postar um comentário

Obrigada pela visita.

Sempre retribuo os comentários *-*

 

Eu li e Comentei Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos