segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Dizem por aí...- Jill Mansell

Postado por Enfim Shakespeare às 12:00 AM

Opinião:

Quando comecei a ler esse livro não imaginava o que viria pela frente, nem imaginava que iria me apaixonar por um personagem secundário que realmente é incrível e engraçado o extraordinário Max.

A estória de Tilly começa com um desastroso final de namoro, imagine só, chegar em casa e descobrir que seu namorado está te deixando sozinha em um flat que você nem consegue pagar sozinha, agora me diga é motivo para você ficar pirada, não é mesmo? Pois com Tilly não foi assim, ela já esperava por isso e para superar foi passar um fim de semana com sua amiga Erin e nada melhor para curar 'as dores' do que uma noite em um bar só para mulheres, mas Erin quer que Tilly more na pequena cidade  Roxborough.

No início, ela considera essa hipótese um absurdo, mas depois de ver um anuncio no jornal para uma vaga  de faz tudo, oferecendo moradia e um salario não tão bom assim ela decide tentar, logo ela conhece Max seu patrão e Lou a garota de 13 anos que ela vai ser babá, o trabalho promete muita diversão e logo ela e nós começamos a nos divertir muito. Mas conhecendo essas duas figuras nós acabamos conhecendo também Jack Lucas, o galã da cidade, mas logo ela recebe muitos alertas de que com Jack é apena uma noite e nada mais.

Aos pouco Tilly se envolve em um jogo de sedução com Jack, mas os contantes avisos acabam afastando os dois para um rumo bem indeterminado. Em contra partida, enquanto o romance dos dois está no pause, Erin e Fergus estão cada vez mais envolvidos, ele é divorciado de Stella uma fofoqueira e barraqueira que vai causar um alvoroço nesse romance e fazer de tudo para que Fergus volte para seus braços.

O livro não é centrado em uma pessoa em especifico, por mais que a maioria dos pensamentos seja de Tilly, podemos conhecer a Mãe de Lou que é divorciada de Max e os acontecimentos recentes de sua vida de atriz famosa. Sinceramente o livro me prendeu apenas por curiosidade, pois o único personagem que eu realmente gostei foi o Max, ele é encantador e sincero, as vezes me pareço com ele (risos), por ser direto e divertido, as piadas dele são as melhores ele realmente se da bem com a filha Lou que preferiu morar com ele do que enfrentar a vida corrida de sua mãe Kaye.

Tenho certeza de que Jill poderia ter explorado um pouco mais o romance de Tilly e Jack, já que a sinopse nos passa a ideia de um livro de um romance e não de vários casos e tantas intrigas que eu pensava que seria apenas sobre Jack, mas é com todos os moradores e fico com raiva de Tilly por ela também adorar uma fofoca.

Não fiquei muito fã do livro e se não fosse por Max tudo seria muito chato. Não tenho uma opinião na qual possa explorar muito sem dar detalhes, o livro é extenso e tem partes desnecessárias como o que Tilly cozinha ou faz na casa de Max e até umas cenas em que você imagina ótimos acontecimentos, mas eles não ocorrem. Então eu indico esse livros para pessoas que não são fã de romances melosos e de um livro focado, talvez eu não esteja no meu melhor dia para fazer essa resenha, pois vi que alguns blogueiros gostaram do livro e vieram cheio de elogios que eu particularmente não encontrei, mas tenho certeza que não leria esse livro novamente, bom essa é a minha opinião, compartilhem a de vocês.

Sinopse:


O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide rapidamente morar mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo minúsculo em Cotswolds. Lá, Tilly é contratada no mesmo momento como faz-tudo em uma empresa de design de interiores. Para sua surpresa, a cidade pequena transborda escândalo, sexo, fofoqueiros e boatos, focados basicamente em Jack Lucas, o homem lindo de muita classe e melhor amigo de seu chefe. Todos falam para Tilly ignorar o encanto por Jack, que ela será apenas outra em sua cama se ela se deixar levar; mas Tilly, que trabalha ao lado de Jack, enxerga uma parte carinhosa e cuidadosa dele que não é revelada à cidade. É impossível que ele seja a mesma pessoa de quem todos falam. Ou é possível? Tilly deve separar os fatos da ficção e seguir seu instinto neste divertido romance moderno.

Frases Celebres:

“-Que se dane! – Jack pisou no freio com força. Dessa vez, sem nenhuma entrada disponível, ele parou em uma passagem e desligou o motor – Foi por isso que eu parei antes. Ele a puxou para junto de si e o beijo, que ela passara meses imaginando, finalmente aconteceu.”  - 215

"Mesmo assim, era uma questão de autopreservação. A dor poderia ser infantil, mas era a melhor alternativa , sem dúvida. Jack Lucas não era uma pessoa confiável. Ele era o avesso a compromissos. Era encrenca em todos os sentido" - 318

18 comentários:

Cachola Literária on 18 de fevereiro de 2013 00:47 disse...

Eu ainda não li o livro e nem sei se vou lê-lo. Li muitas resenhas apontando quase os mesmos pontos negativos. E pra falar a verdade tô fugindo de livros que empacam..rsrs.
Eu pensei que fosse mais um romance com características típicas, mas pelo que vi estava enganada. Gostei muito da resenha porque ela me deu uma visão ampla e detalhada da obra.

Bjs!
Zilda
http://www.cacholaliteraria.com.br

Esteffani Fontes on 18 de fevereiro de 2013 01:25 disse...

super recomendooooo!

@esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
aosdezesseisanos.blogspot.com.br

Andy Lima on 18 de fevereiro de 2013 02:17 disse...

Parece bom, mas como ando numa fase de ressaca literaria estou a procura de livros simples e rápidos para não empacar, mas gostei da maneira que vc resenha, adorei seu blog e vou seguir!

Me visita também: http://estandybooks.blogspot.com.br/

7hings.com.br (Igor Thiago) on 18 de fevereiro de 2013 08:27 disse...

Bom dia, boa tarde ou boa noite <3 Tudo bem? Espero que sim, então, estou aqui para te avisar que marquei você em um selo e um meme, eu achei super legal e decidi responder lá no blog, talvez você não goste, mas tem que responder rum. Espero que você possa fazer para entreter e aproximar mais os seus leitores, a vai lá, deixa de ser chato! Vamos participar!   Se você já respondeu o meme, faz só o selo, ou vice-versa está bem? Conto com você!

Beijos, beijos e abraços. www.7hings.com.br, visita lá, te espero..!
fanpage » twitter » músicas, filmes, livros, resenhas, sorteios e muito mais!

Rafaelle Vieira on 18 de fevereiro de 2013 10:13 disse...

Olá Cassia!
Você foi a vencedora de uma promoção no blog Fascinada por Histórias. Preciso de seus dados para envio do prêmio, pois não estou conseguindo entrar em contato pelo e-mail que você cadastrou. Espero retorno.
Beijos,

Rafa {Fascinada por Histórias}

Joyce Gadiolli on 18 de fevereiro de 2013 10:20 disse...

Oi,
Adorei a resenha, mas não sei se leria o livro, não me chamou muito a atenção.
bjs

entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

Fabiane Stela Finger on 18 de fevereiro de 2013 11:07 disse...

Oi Cássia!

Quando li a sinopse já sabia que não o leria,a pior coisa que tem é quando a narrativa não nos envolve e começamos a nos arrastar para terminar,acredito que seria isso que aconteceria comigo pelo que em tua resenha.

Bjos
http://www.roubandolivros.com

Ela Oliveira on 18 de fevereiro de 2013 11:29 disse...

Oii,
Gostei bastante da resenha e concerteza leria esse livro:)

Uma ótima semana!

Páginas Em Preto

Beijos

Rapha on 18 de fevereiro de 2013 12:01 disse...

Huuum... eu tenho mta vontade de ler esse livro mas, pré-julgando ele, ja tenho a sensação de que nao se tornara meu favorito rsrsrs Tenho que parar com essa mania hahaha

Adorei a resenha!

Beijao :P

Escuta Essa on 18 de fevereiro de 2013 13:40 disse...

Parece ser interessante a história e a sua resenha está ótima! Não tenho esse livro, vou ver se compro ele ;)

Beijinhos
Renata
Escuta Essa
http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
@blogescutaessa

Isabelle Brum on 18 de fevereiro de 2013 14:44 disse...

Olá, boa tarde ^^
Achei interessante a história; talvez algum dia a leia ^^
Parabéns pela resenha.
Beijinhos e boas leituras.
Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br

Amanda Tôrres on 18 de fevereiro de 2013 14:49 disse...

Nunca li o livro, mas fiquei com vontade. AI, nem me fale em livros, tenho tantos pra ler aqui hehe
adorei aqui
já estou seguindo
bjs
naquelemomentoeujuro.blogspot.com

Livroterapias on 18 de fevereiro de 2013 15:23 disse...

É ruim quando isso acontece!
Mas pelo menos a leitura não foi um desperdício!
Beijos
Rizia-Livroterapias
http://livroterapias.blogspot.com.br/

Leitores do Futuro on 18 de fevereiro de 2013 18:08 disse...

Achei interessante mas tenho medo de não gosta do livro .Adorei a resenha !
Beijos Marina
http://leitoresdofuturo021.blogspot.com.br/

Fernanda Letícia on 18 de fevereiro de 2013 21:01 disse...

Olá!!! Adorei seu blog, Tudo muito organizado, e os post são bem criativos! Posso ser leitora né?? Rsrsrs To seguindo!!!

Beijinhos!!!

Segue???
www.garotadeestilo.tk
@GarotadeEstilo1 (Twiter)
https://www.facebook.com/BlogGarotadeestilo (Pagina no face)

Ricardo Biazotto on 19 de fevereiro de 2013 00:21 disse...

Não tenho muito interesse nesse livro, mas já li inúmeros elogios em relação a autora - e aos próprio livro – por isso quando possível vou ler e tirar da minha lista de futuras leituras. É bacana encontrar personagens que nos identificamos, mas se a história não funciona, acaba não sendo suficiente :x

Abraços!
Ricardo - www.blogovershock.com.br

Denise on 19 de fevereiro de 2013 20:59 disse...

Eu até acho a capa bonita, mas sei lá, a sinopse não me convenceu e lendo resenhas como a sua, sei que não vou gostar desse livro.

Bjs, @dnisin
www.seja-cult.com

Fashion e Bella on 20 de fevereiro de 2013 13:10 disse...

Oie, vim convidar você:

Participe do Projeto "Meu Blog é Destaque" e ganhe mais seguidoras!

Acesse: http://fashionebella.blogspot.com.br/2013/02/votacao-meu-blog-e-estaque.html

Blog Fashion e Bella

Postar um comentário

Obrigada pela visita.

Sempre retribuo os comentários *-*

 

Eu li e Comentei Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos