sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Resenha livro do mês - Novembro

Postado por Enfim Shakespeare às 12:00 PM 7 comentários Links para esta postagem

 Opinião

Não sei se vocês perceberam, mas faltou a resenha dos livros do mês de novembro, existem contratempo não é mesmo. Enfim descobri que existe uma grande responsabilidade quando você pensa em fazer resenha de quatro livros que muitos leram e amaram e outros não passaram nem do primeiro e odiaram.

Primeiro vou deixar bem claro meu ponto de vista, eu gostei muito dos quatro livros, mas respeito todos os que não gostaram, pois se Meyer quisesse agradar a todos com certeza seus livros não seriam um sucesso.

Crepúsculo é o começo da saga é a hora de apresentar os personagens e dar vida a história é o livro mais fiel a história e por mim poderia ter acabado por ai a Bella viraria vampira e o livro já tinha feito sucesso e eu realmente gostei do livro e não queria que a fama o estragasse e a Meyer começasse a escreve um 'tapa buraco' para chegar ao final, mas não aconteceu como eu previa.

Lua nova foi o livro mais irritante que eu li da série, não gostei como a Bella se tornou dependente de algumas situações e nem de como seguiu a história muitos pararam de ler a série por causa desse livro é eu sei foi horrível preferia que já tivesse pulado para o eclipse, pois assim chamaria mais a atenção de muitas pessoas.

Eclipse foi o livro que mais gostei depois de Crepúsculo, pois teve o romance que faltou nos outros dois primeiros livros Edward e Bella estavam mais próximos e 'Meyer tinha a obrigação de compensar Lua Nova', mas o que também vimos em eclipse é a guerra Jacob e Edward, sim o livro ficou bem atrativo com essa disputa e me deu prazer em ler e rir um pouco.

Amanhecer foi bom até metade da história de Jacob, depois o que rolou foi uma sucessão de vampiros diferentes e uma luta psicológica e sem emoção, gostei da lua de mel e achei bem divertida, gostei de como Nessie e Jacob se davam bem, mas não gostei de como Meyer escreveu, sem mortes sem guerra, sem sofrimento e sem ação e no final a série foi mais um conto de fadas do que uma história de terror.

Tive vários motivos para amar e odiar a saga, mas Meyer conseguiu prender minha curiosidade e é isso que me fez ler os livro e também porque a família Cullen me encantou adoro todos eles e me diverti lendo e isso que importa numa leitura eu fui de humana a vampira e adorei a experiência.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

I'm Scared - Duffy

Postado por Enfim Shakespeare às 2:38 PM 2 comentários


I'm Scared - Duffy
Assustada

Do filme Noivas em guerra

As páginas em branco
Do meu diário
Que eu não toquei
Desde que você me deixou
As cortinas fechadas
Na minha casa
Sem ver a luz do dia
Amontoados de pó
No meu aparelho de som
Porque eu mal consigo
Ouvir o rádio
O piano permanece
Num canto escuro
Com uma foto
Do seu rosto

Estou assustada
Por encarar um outro dia
Porque o medo em mim
Simplesmente não vai embora
Num instante
Você se foi
E estou assustada

O café mancha
Seu livro favorito
Me lembra você
Então eu não posso nem olhar
Para as revistas
Que você deixou no chão
Você não precisará
Delas nunca mais

Uma toalha deixada
Balançando na parede
Sem sinais de passos molhados
No corredor
Não há cheiro
Da sua doce colônia
Eu estou jazendo aqui sozinha

Estou assustada
Por encarar outro dia
Porque o medo em mim
Simplesmente não vai embora
Num instante
Você se foi
E agora estou assustada

Estou assustada
Por encarar outro dia
Porque o medo em mim
Simplesmente não vai embora
Num instante
Você se foi
Agora estou assustada
Num instante
Você se foi
Agora estou assustada

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Noivas em Guerra

Postado por Enfim Shakespeare às 6:00 PM 7 comentários






Sinopse:

Emma (Anne Hathaway) e Liv (Kate Hudson) são amigas desde criança, quando planejaram em detalhes como seriam seus casamentos. Um deles é importantíssimo: que a cerimônia ocorra no Hotel Plaza, o local onde os mais badalados casamentos de Nova York ocorrem. Agora, aos 26 anos, elas estão prestes a se casar. Mas um erro na marcação das datas faz com que elas coincidam, o que gera uma disputa entre as agora ex-amigas por quem fará a cerimônia no local sonhado.

Opinião:

Amei esse filme e o final foi mais perfeito do que eu imaginei. Emma e Liv são melhores amigas desde sempre e melhores amigas as vezes compartilham os mesmo sonhos. No caso de Em e Liv ambas queriam se casar no mesmo mês e no mesmo lugar, mas não juntas, porém seus noivos decidem pedir as duas em casamento no mesmo ano.
Então imagine a confusão o Plaza Hotel que é o lugar em que elas querem casar só tem vaga para uma data, então os dois casamentos iriam acontecer na mesma data e na mesma hora.
Uma das duas tinha que ceder, mas ninguém quer não é mesmo? E é ai que começa a guerra, a troca de presentes e carinhos nada amigáveis. É uma comédia muito engraçada e que vale a pena assistir mais uma vez amei a performance da Anne ela é incrível e nesse filme ela arrasa na maldade e também na amizade. Adorei o filme do ínio ao fim, vale a pena assistir eu já vi várias vezes e ainda não cansei.


Quotes:


"Às vezes na vida existem laços reais que nunca podem ser rompidos. Às vezes você vai encontrar aquela pessoa que vai ficar ao seu lado aconteça o que acontecer. Talvez encontre uma pessoa e celebre isso com o casamento. Mas também existe a chance de que essa pessoa com a qual você pode contar a vida toda, aquela pessoa que te conhece às vezes melhor que você mesmo seja a mesma pessoa que está ao seu lado esse tempo todo"

A vida não é perfeita… É uma bagunça.




segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Postais do Coração – Ella Griffin

Postado por Enfim Shakespeare às 2:47 PM 14 comentários
Saffy tem um trabalho incrível em uma agência de propaganda em Dublin. Ela tem sua difícil mãe a uma distância segura. E ela acredita que seu namorado ator Greg — o próximo Colin Farrell — finalmente irá pedi-la em casamento.

Conor admira a linda Jess. Mas depois de sete anos e gêmeos, ela ainda não se casará com ele. Ele passa os dias ensinando adolescentes terríveis e as noites escrevendo o livro que espera que mude tudo — inclusive a mente dela.

Mas está difícil de alcançar finais felizes…

domingo, 25 de novembro de 2012

Enfim Shakespeare escreve um diário

Postado por Enfim Shakespeare às 12:30 PM 11 comentários Links para esta postagem


Hoje acordei sem inspiração, então percebi que meu mundo rodou sob meus pés descalços que tocavam o chão frio do inverno.
A inspiração vem dos momentos bons ou dos momento ruins, mas não acredito que venha do frio da solidão. Me magoaram muito e estou tentando superar, mas mesmo assim minhas noites são péssimas, tenho pesadelos e quando eu acordo tenho medo de viver.
Quem um dia disse que as pessoas são irrelevantes em nossas vidas está enganado, as pessoas são capaz de nos fazer sorrir e nos fazer sofrer e a segunda opção é terrível.
Hoje acordei sem inspiração, pois sabia que quando eu começasse a escrever minhas palavras só retratariam a dor e isso é tudo o que eu sinto agora, então tentei não escrever e guardar tudo só para mim, mas algumas dores devemos compartilhar, as vezes com amigos, outras com desconhecidos.
Na verdade decidi não me importar tanto com a dor e descobri que nem tão sozinha estou, ela me fez companhia quando acordei, sim a dor veio me abraçar como uma velha amiga que a muito tempo estava adormecida ao meu lado.

Enfim Shakespeare


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Laços De Família - Clarice Lispector

Postado por Enfim Shakespeare às 1:33 PM 6 comentários

Sinopse

Laços de Família, publicado pela primeira vez em 1960, é um tesouro da ourivesaria literária. São treze contos, hoje tidos como clássicos. Entre eles, os festejadíssimos "Amor", "O crime do professor de Matemática", "O búfalo" e "Feliz aniversário", adaptado para a televisão por Ziembinsky. Neles s personagens são sempre surpreendidos por uma modalidade perturbadora do insólito, no meio da banalidade de seus cotidianos. Clarice cria situações onde uma revelação, que desconstrói e ameaça a realidade, desvela a existência e aponta para uma apreensão filosófica da vida. Em Laços de família, Clarice aprofunda sua técnica narrativa em uma abordagem quase fenomenológica. Trata da solidão, a morte, a incomunicabilidade e os abismos da existência através da rotina de dona-de-casa, do mergulho trágico em uma festa familiar nos 89 anos da matriarca, da domesticação da natureza mais selvagem das mulheres, ou dos pequenos crimes cometidos contra a consciência, contra o drama do professor de Matemática diante do abandono e da sacerdotisa da nossa literatura.

Opinião


Eu nunca fui fã de literatura e principalmente quando o livro é composto por palavras difíceis e uma linguagem muito antiga.  O livro é composto de 13 Contos que envolvem famílias o que é obvio pelo titulo, mas a ideia principal é retratar histórias de pessoas que ficaram aprisionadas pelo laço que envolve sua família.
Alguns contos eu achei Cômico e irônico, como "Uma Galinha", outros eu não entendi muito bem o que ela quis dizer com o conto "A imitação da Rosa". Mas o que eu realmente gosto da Clarice é que ela é o tipo de escritora que não costumava reler e nem  repassa os seus contos deixando assim os livros mais originais, e para quem escreve sabe muito bem que a cada nova história a gente rele e muda alguma coisa e Clarice não era assim.
Eu comecei a ler o livro inicialmente por curiosidade e quando não gostei eu continuei a ler, pois muitas pessoas elogiam a escrita de Clarice e pensei que iria me surpreender, mas não foi isso o que ocorreu, talvez realmente seja o tipo de livro que deve ser lido para quem tem conhecimento analítico de obras desse gênero.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Something Inside - August Rush

Postado por Enfim Shakespeare às 12:31 AM 7 comentários

Algo Dentro de Você

Quando a única pessoa que você procura
Não se encontra em canto algum
E você intensifica de volta todos seus passos
Tentando descobrir
Você quer procurar
Você quer desistir
Sua cabeça está presa em volta no que envolta é a próxima esquina
Você deseja poder encontrar algo quente
Por que está tremendo de frio
É a primeira coisa que você vê enquanto abre seus olhos
A última coisa que você diz enquanto está dizendo adeus
Algo dentro de você está chorando e te guiando
É a primeira coisa que você vê enquanto abre seus olhos
A última coisa que você diz enquanto está dizendo adeus
Algo dentro de você está chorando e te guiando

Pois se você não tivesse me encontrado
Eu teria encontrado você
Eu teria encontrado você

Tanto tempo você esteve correndo em círculos
Em volta do que está em jogo
Mas agora o tempo vem até seus pés para ficar parado em um único lugar
Você quer procurar
Você quer desistir
Sua cabeça está presa em volta no que envolta é a próxima esquina
Você deseja poder encontrar algo quente
Por que está tremendo de frio
É a primeira coisa que você vê enquanto abre seus olhos
A última coisa que você diz enquanto está dizendo adeus
Algo dentro de você está chorando e te guiando
É a primeira coisa que você vê enquanto abre seus olhos
A última coisa que você diz enquanto está dizendo adeus
Algo dentro de você está chorando e te guiando

Pois se você não tivesse me encontrado
Eu teria encontrado você
Eu teria encontrado você

Esse foi o seu primeiro gosto do amor
Vivendo sobre o que você tinha

É a primeira coisa que você vê enquanto abre seus olhos
A última coisa que você diz enquanto está dizendo adeus
Algo dentro de você está chorando e te guiando

Pois se você não tivesse me encontrado
Eu teria encontrado você
Eu teria encontrado você
Eu teria encontrado você
Eu teria encontrado você

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Amanhecer parte 2

Postado por Enfim Shakespeare às 4:25 PM 0 comentários




Sinopse:

Após dar a luz a Renesmee (Mackenzie Foy), Bella Swan (Kristen Stewart) desperta já vampira. Ela agora precisa aprender a lidar com seus novos poderes, assim como absorver a ideia de que Jake (Taylor Lautner), seu melhor amigo, teve um imprinting com a filha. Devido ao elo existente entre eles, Jake passa a acompanhar com bastante atenção o rápido desenvolvimento de Renesmee, o que faz com que se aproxime cada vez mais dos Cullen. Paralelamente, Aro (Michael Sheen) é informado por Irina (Maggie Grace) da existência de Renesmee e de seus raros poderes. Acreditando que ela seja uma ameaça em potencial para o futuro dos Volturi, ele passa a elaborar um plano para atacar os Cullen e eliminar a garota de uma vez por todas.

Opinião

Cuidado - Spoiler 
Fiquei tão ansiosa para assistir a esse filme, mas fiquei tão triste com o filme. Eu nunca fui muito fã da Bella e com certeza ela se esforçou para ser legal nesse filma, mas ela continuou com o ar de 'indiferente a tudo' é ser vampira combinou com ela.
A Bella vampira parecia mais rebelde, mas foi estranho ver a Renesme grande e como filha de Bella e Edward, ela não é assim tão parecida com eles, na verdade ela tem cachos ruivos e ela não combina como par romântico do Jacob.

Mas dessa vez o final foi eletrizante e surpreendente eles alteraram poucas coisas, mas que não fizeram tanta diferença comparando livro x Filme, aloás foi muito bom o acréscimo da luta que eles fizeram, estava imaginando como seria a cena da campina enquanto lia o livro e bom ele fizeram um bom trabalho com o roteiro, mas foi horrível ver pessoas queridas morrendo por exemplo o Carlisle ou o Seth arg, fiquei tão inquieta na minha poltrona que meu namorado ficou rindo de mim.


Meus queridos leitores gostei de ter assistido e para mim foi ótimo acompanhar mai uma série do início ao fim agora estou a procura de uma nova série e que seja boa por favor :).

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Livro do mês Novembro

Postado por Enfim Shakespeare às 3:00 PM 17 comentários
Stephenie Meyer  é uma escritora estadunidense, nascida em 24 de dezembro de 1973, na cidade de Hartford, Connecticut, autora da série de best-sellers “Crepúsculo”.
O livro, até o ano de 2008, já havia vendido mais de 42 milhões de exemplares em todo mundo, em 37 línguas. Chegou ao Brasil em 19 de dezembro de 2008. Meyer também escreveu a obra “The Lost”. Em Phoenix, estado do Arizona, estudou na escola Chaparral High School, se formou em inglês na Brigham Young University, em Utah, no ano de 1995.
Criada em Phoenix, é casada e mãe de três filhos. Desenvolve estilo literáriojuvenil que, nos fins da década de 90, obteve grande aquecimento de público com a saga de Harry Poter e o Senhor do Anéis.
É frequentadora da Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Depois do livro “Crepúsculo”, recebeu um prêmio do NY Times e dois da Associação de Bibliotecas Americanas.
Começou a escrever o “Crepúsculo” depois de um sonho que teve em 2 de junho de 2003, que descrevia uma paixão entre um vampiro e uma moça inocente. No dia seguinte, cuidou dos filhos e iniciou as anotações do sonho; o nome da protagonista, Isabella, seria dado a sua filha, mas Meyer só teve meninos.
O sucesso lhe rendeu contratos de adaptação para o cinema, produtos e o planejamento de novas obras com a Little, Brown and Company.


*Livros:

Crepúsculo
Lua Nova
Eclipse
Amanhecer
A breve segunda vinda de Bree Tanner
A hospedeira
Crepúsculo Guia Oficial Ilustrado da Série
Participação em Formaturas Infernais


*Somente livros que eu conheço se tiverem algum livro para acrescentar favor deixar comentário 



segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Lola e o Garoto da Casa ao Lado – Stephanie Perkins

Postado por Enfim Shakespeare às 2:48 PM 10 comentários

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.
Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

domingo, 18 de novembro de 2012

Enfim Shakespeare escreve um diário

Postado por Enfim Shakespeare às 2:02 PM 12 comentários

Hoje, estou aqui para informar que nos últimos dias li vários livros e irei fazer todas as resenhas, asisti a vários filmes e escutei várias músicas, porém deixei o Blog meio parado, mas estava com pouco conteúdo para divulgar, mas hoje volto com toda a minha determinação de programar as postagens futuras e continuar me dedicando a leitura e á assistir filmes.

E para o Poster não ficar apenas com minhas informações vou deixar para vocês uma linda curta sobre livros "O Fantásticos Livros voadores do Senhor Lessmore"





quinta-feira, 15 de novembro de 2012

This Time - Jonathan Rhys Meyers

Postado por Enfim Shakespeare às 4:30 PM 1 comentários




Desta Vez

Esta noite, o céu acima
Me lembra de você, amor
Andando através do inverno
Onde todas as estrelas brilham
O anjo na escada
Irá lhe dizer que eu estava lá
Sobre o alpendre frente a luz
Em uma noite misteriosa

Estive sentado vendo a vida passar sobre mim
Esperando um sonho entrar através das minhas cortinas
Imagino o que aconteceria se eu deixasse tudo isso para trás
O vento estaria atrás de mim? Eu conseguiria te tirar da minha cabeça?
Desta vez

As luzes de neon dos bares
E faróis dos carros
Começaram uma sinfonia
Dentro de mim
As coisas que eu deixei para trás
Derreteram em minha mente
E agora há uma pureza
Dentro de mim

Estive sentado vendo a vida passar sobre mim
Esperando um sonho entrar através das minhas cortinas
Imagino o que aconteceria se eu deixasse tudo isso para trás
O vento estaria atrás de mim? Eu conseguiria te tirar da minha cabeça?
Desta vez

Estive sentado vendo a vida passar sobre mim
Esperando um sonho entrar através das minhas cortinas
Imagino o que aconteceria se eu deixasse tudo isso para trás
O vento estaria atrás de mim? Eu conseguiria te tirar da minha cabeça?
Desta vez

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Moondance - Van Morrison

Postado por Enfim Shakespeare às 4:30 PM 11 comentários


Uma música bem gostosa de se ouvir, para apreciadores. 

Dança Na Lua

Bom, é uma noite maravilhosa
Para dançar sob o luar
Com as estrelas lá em cima
No seu olhar
Uma noite fabulosa
Para fazer amor
Debaixo da sombra
Dos céu de outubro

E a magia toda a noite parece sussurrar e silenciar
E todo o luar macio parece brilhar em sua
corar

Posso ter apenas mais uma Dança na lua com você, meu amor
Posso apenas fazer mais um romance com você, meu amor

Bem, eu quero fazer amor com você esta noite
Eu não posso esperar até a manhã chegou
E eu sei que o tempo é apenas um direito
E em linha reta em meus braços você vai correr
E quando chegar o meu coração estará esperando
Para se certificar de que você nunca está sozinho
Lá e então todos os meus sonhos se tornarão realidade, querida
Lá e então eu vou fazer minha própria
Toda vez que eu te tocar, você só tremer por dentro
E eu sei o quanto você me quer, que você não pode esconder

Posso ter apenas mais uma Dança na lua com você, meu amor
Posso apenas fazer mais um romance com você, meu amor

Bem, eu quero fazer amor com você esta noite
Eu não posso esperar até a manhã chegou
E eu sei que o tempo é apenas um direito
E em linha reta em meus braços você vai correr
E quando chegar o meu coração estará esperando
Para se certificar de que você nunca está sozinho
Lá e então todos os meus sonhos se tornarão realidade, querida
Lá e então eu vou fazer minha própria
Toda vez que eu te tocar, você só tremer por dentro
E eu sei o quanto você me quer, que você não pode esconder

Posso ter apenas mais uma Dança na lua com você, meu amor
Posso apenas fazer mais um romance com você, meu amor

Posso ter apenas mais uma Dança na lua com você, meu amor
Posso apenas fazer mais um romance com você, meu amor

Posso ter apenas mais uma Dança na lua com você, meu amor
Posso apenas fazer mais um romance com você, meu amor

Meu amor, meu amor
Eu só quero um mais Dança na lua com você, sim eu faço

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Os Mensageiros

Postado por Enfim Shakespeare às 10:26 PM 3 comentários


Sinopse:

A família Solomon decidiu deixar a vida agitada de Chicago para viver numa pacata fazenda na Dakota do Norte. Logo Jess (Kristen Stewart), a filha adolescente, percebe o quão aterrorizante pode ser o isolamento, pois ela e seu irmão Ben (Evan Turner / Theodore Turner), de apenas 3 anos, vêem aparições que são invisíveis às demais pessoas. Quando estas aparições tornam-se violentas a sanidade de Jess passa a ser questionada por seus pais.

Opinião:


O filme conta a história de Jess e sua família que saíram da cidade grande para morar na casa mau assombrada do interior, sim tão previsível, mas o que é interessante nesse filme é a história que tornou a casa mal assombrada.
O roteirista com certeza não queria dizer, pois no filme a partir do momento que Jess percebe que tem algo estranho ela começa a investiga e não descobre nada realmente significante para desvendar o mistério da casa.
O filme tem sua parte assustadora e tem uma parte muito idiota na qual Jess sabe que tem alguém atrás dela, mas ela fica parada é meio bobo, mas fora isso gostei do filme.



terça-feira, 6 de novembro de 2012

Livro do mês de Novembro

Postado por Enfim Shakespeare às 6:05 PM 1 comentários
Esse mês eu vou fazer diferente o livro do mês invés de um livro vou fazer de uma série completa e finalizar com a minha opinião de todos os livros por isso estou relendo essa série que eu gosto bastante

Sinopse - Crepúsculo - Crepúsculo - Livro 1 - Stephenie Meyer

Crepúsculo poderia ser como qualquer outra história não fosse um elemento irresistível: o objeto da paixão da protagonista é um vampiro. Assim, soma-se à paixão um perigo sobrenatural temperado com muito suspense, e o resultado é uma leitura de tirar o fôlego - um romance repleto das angústias e incertezas da juventude - o arrebatamento, a atração, a ansiedade que antecede cada palavra, cada gesto, e todos os medos. Isabella Swan chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks - último lugar onde gostaria de viver. Tenta se adaptar à vida provinciana na qual aparentemente todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen.

Ele é lindo, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo "amor proibido", alerta: Sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela. Em meio a descobertas e sobressaltos, Edward é, sim, perigoso: um perigo que qualquer mulher escolheria correr.

Nesse universo fantasioso, os personagens construídos por Stephenie Meyer - humanos ou não - se mostram de tal forma familiares em seus dilemas e seu comportamento que o sobrenatural parece real. Meyer torna perfeitamente plausível - e irresistível - a paixão de uma garota de 17 anos por um vampiro encantador.



Sinopse - Lua Nova - Crepúsculo - Livro 2 - Stephenie Meyer

Para Bella Swan, há um coisa mais importante do que a própria vida: Edward Cullen. Mas estar apaixonada por um vampiro é ainda mais perigoso do que ela poderia ter imaginado. Edward já resgatara Bella das garras de um monstro cruel, mas agora, quando o relacionamento ousado do casal ameaça tudo o que lhes é próximo e querido, eles percebem que seus problemas podem estar apenas começando... Legiões de leitores que ficaram em transe com o best-seller Crepúsculo estão ávidos pela seqüência da história de amor de Bella e Edward. Em Lua nova, Stephenie Meyer nos dá outra combinação irresistível de romance e suspense com um toque sobrenatural. Apaixonante e cheia de reviravoltas surpreendentes, essa saga de amor e vampiros segue rumo à imortalidade literária.


Sinopse - Eclipse - Crepúsculo - Livro 3 - Stephenie Meyer

Enquanto Seattle é assolada por uma sequência de assassinatos misteriosos e uma vampira maligna continua em sua busca por vingança, Bella está cercada de perigos outra vez. Em meio a isso, ela é forçada a escolher entre seu amor por Edward e sua amizade com Jacob - sabendo que essa decisão tem o potencial para reacender o conflito perene entre vampiros e lobisomens. Com a proximidade da formatura, Bella tem mais uma decisão a tomar: vida ou morte. Mas o que representará cada uma dessas escolhas? Os leitores fascinados por Crepúsculo e Lua nova vão devorar ansiosamente Eclipse - o terceiro livro da excitante saga de amor e vampiros assinada por Stephenie Meyer.

Sinopse - Amanhecer - Crepúsculo - Livro 4 - Stephenie Meyer

Estar irrevogavelmente apaixonada por um vampiro é tanto uma fantasia como um pesadelo, costurados em uma perigosa realidade para Bella Swan. Empurrada em uma direção por sua intensa paixão por Edward Cullen, e em outra por sua profunda ligação com o lobisomem Jacob Black, ela resistiu a um tumultuado ano de tentação, perda e conflito até o momento da decisão definitiva. A escolha entre fazer parte do obscuro, mas sedutor, mundo dos imortais ou permanecer vivendo como humana se tornou o marco que poderá transformar o destino dos dois clãs: vampiros e lobisomens. Agora que Bella tomou sua decisão, uma corrente de acontecimentos sem precedentes se desdobrará, com consequências devastadoras. No momento em que as feridas parecem prontas para ser cicatrizadas, e os desgastantes confrontos da vida de Bella, resolvidos, isso pode significar a destruição. Para todos. Para sempre.


segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Sorry

Postado por Enfim Shakespeare às 6:08 PM 2 comentários
Fiquei um pouco Off da internet  por esse motivo as publicações e respostas aos comentários estão atrasadas, estou correndo atrás do prejuízo e prometo recompensar a todos.

Obrigada e uma ótima semana.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Boys Don't Cry - Grant Lee Phillips

Postado por Enfim Shakespeare às 10:37 PM 5 comentários

Essa é uma  música que faz parte da trilha sonora do filme 'amizade colorida'



Meninos Não Choram

Eu diria que me desculpe se eu pensava que iria mudar sua mente
Mas eu sei que desta vez eu disse demais, foi muito cruel

Eu iria quebrar a seus pés e pedir perdão em juízo com você
Mas eu sei que fazem com que seu uso não "agora não há nada que eu possa fazer

Eu tento rir disso
Cubra tudo com mentiras
Eu tento rir disso
Escondendo as lágrimas em meus olhos

Porque meninos não choram
Meninos não choram

Eu diria a você que eu amo você, se eu pensei que você ia ficar
Mas eu sei que é muito causa 'final que você já foi embora

Eu testei seus limites
Eu empurrei você longe demais
Tomei-lhe concedido
Eu pensei que você precisava de mim mais, mais, mais, mais

Gostaria de fazer mais qualquer coisa para ter você de volta ao meu lado
Mas vou continuar a rir, escondendo as lágrimas em meus olhos

Porque meninos não choram
Meninos não choram
 

Eu li e Comentei Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos