segunda-feira, 30 de julho de 2012

Lançamento - Leitura quente

Postado por Enfim Shakespeare às 8:47 PM
Bom gente quem muito ouviu falar já sabe do que se trata. Vou falar do lançamento da nova trilogia de livros eróticos da E. L. James. Apenas uma observação, alguns escritores deixam o nome resumido no começo, pois algumas pessoas tem preconceito com o fato de um determinado livro ser escrito por uma Mulher, aprendi isso lendo Harry e seus Fãs.



Recebido com entusiasmo pelos leitores estrangeiros e muito aguardado no Brasil, especialmente pelo público adulto feminino, Cinquenta tons de cinza terá tiragem inicial de 200 mil exemplares e lançamento simultâneo em e-book. A apimentada trilogia narra a relação entre uma recatada jovem de 22 anos, recém-egressa da universidade, e um enigmático (e atormentado) empresário. Estimulada a desafiar seus limites e preconceitos, Anastasia Steele contrapõe a irresistível atração que sente por Christian Grey — um bilionário muito charmoso, brilhante e, ao mesmo tempo, intimidante — às singulares exigências sexuais que ele impõe, a começar por um contrato assinado que permite a Grey o controle completo de sua vida.



Biografia


EL James é o nome de guerra de uma jovem escritora que se tornou um fenômeno literário que assinala um marco na Era Digital.

A consagração veio há pouco, quando ela apareceu no topo da lista dos bestsellers do NY Times, na soma de livros de papel e livros eletrônicos. Em dose tripla. James fez uma trilogia, como Stiegg Larsson. 

Primeiro, ela surgiu na internet, pelas mãos de uma pequena editora americana. Depois, o enorme sucesso a empurrou para o papel. Agora, ela vai também para o cinema: a Universal comprou os direitos. Importante: a arrancada foi na base do boca a boca. Não houve campanhas de publicidade. 

Qual o segredo? 

Comprei no Kindle e li rapidamente 40% — até a contagem de páginas é diferente na internet – o primeiro volume da trilogia de James, chamado 50 Tons de Cinza. (Não sei se seguirei adiante. Meu tempo de leitura é limitado, e tenho que fazer uma seleção severa. 

Mas o que li, aliado a uma pesquisa concentrada, foi suficiente para entender o sucesso. 

James conquistou milhares de mulheres – o grosso de seu público – com o erotismo feminino. O sexo é farto em sua obra. E fácil de consumir. É como se você estivesse vendo um filme de Hollwood, acompanhado de um saco de pipocas. James não é, literariamente, refinada e sutil como Anais Nin, a grande escritora erótica que foi nos anos 1930 parceira sexual e literária de Henry Miller. É bem mais comercial. Por isso mesmo, seu público é dezenas de vezes maior que o de Anais. 

A história, passada em Seattle, gira em torno de um casal dos sonhos, um homem e uma mulher jovens, lindos e ricos – e apaixonados. Ele tem um único problema, que ela vai descobrindo aos poucos: é patologicamente controlador. A outra coisa nova que ela conhece nele depois do casamento é que ele gosta de sexo sadomasoquista. Fora o sexo, o enredo tem a dose certa de suspense: parece haver algo de suspeito nos negócios do herói. 

Os especialistas em mercado de livros acham que James abriu a porta para algo de que as leitoras do novo milênio estavam ávidas: histórias eróticas. Ela teria captado o zeitgeist – o espírito do tempo. Alguns prevêem uma enxurrada de romances feminismo eróticos. 

Quem é ela? 

Há ainda um mistério em torno disso. Até aqui, a mídia não descobriu o nome real de EL James. O que se sabe é que ela é inglesa, mãe de dois filhos, mora em Londres, tem pouco mais de 30 anos e trabalha em televisão. 

EL James entrou já na história literária – não pelo talento, mas por ser o sinal mais evidente de que o futuro dos livros, gostemos ou não, é digital.


Lançamentos - Trilogia Cinquenta tons de cinza, de E L James


Cinquenta tons de cinza - 01/08/12






Cinquenta Tons Mias escuros 15/10/12






Cinquenta tons de liberdade 01/11/12





















4 comentários:

Effy on 1 de agosto de 2012 03:27 disse...

Oi ^^

Pois é tudo mundo super querendo o livro. Eu sempre li romance de banca, então a parte erótica não me impacta tanto. Tomara que ela seja sutil e envolva na história, que o livro realmente tenha uma história legal e não fique apenas no erotismo. Vi hoje que vai ter filme, só não sei bem o que esperar, o que resta é aguardar..

Beijos :D
Ensaios de uma Leitura

Fabiane Stela Finger on 1 de agosto de 2012 10:12 disse...

Oi Cássia!
Eu já adquiri o meu Cinquenta Tons de Cinza,já ouvi falar que é um pornô para mulheres.Não sei bem o que pensar dessa declaração,mas se u sucesso é tão grande como dizem,com certeza existe algo de bom nesta trilogia.
Tem promo rolando lá no blog Box dos Instrumentos Mortais +Anjo Mecânico,passa lá.
Bjos Fabi
http://roubando-livros.blogspot.com.br/2012/08/promocaoinstrumentos-mortais-e-anjo.html#more

Raquel Machado on 1 de agosto de 2012 20:59 disse...

Oi,
Esse livro realmente me chama muito atencao mas serão lançados os 3 livros assim simultaneamente??? Esquistio isso...rsrs..com certeza vou querer comprar um para ver o que acho.
Bjsss
Raquel Machado
Leitura Kriativa

Luana Farias on 3 de agosto de 2012 19:31 disse...

Pois é ne todo mundo tem falado desses livros mas ainda nem sei se vou ler pois não é o meu tipo de leitura.

Bjs

Postar um comentário

Obrigada pela visita.

Sempre retribuo os comentários *-*

 

Eu li e Comentei Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos