quinta-feira, 31 de maio de 2012

Nunca Diga Adeus - Doug Magee

Postado por Enfim Shakespeare às 9:05 PM
Nunca Diga Adeus

Sinopse - Nunca Diga Adeus - Doug Magee

Com apenas 9 anos, Sarah está prestes a viver uma grande aventura: vai viajar sem os pais pela primeira vez na vida. A viagem tinha tudo para ser feliz e inesquecível, mas logo se transforma num terrível pesadelo. Sem o marido para ajudá-la, Lena, mãe de Sarah, confere e assina os documentos autorizando a ida da filha. David saiu de casa cedo dizendo que recebera uma ligação do trabalho. Mais uma desculpa esfarrapada que ela não engoliu. O casamento está em crise, mas ela acredita que os dois vão conseguir se acertar no período em que a menina estiver fora. Já pensando nos momentos a sós com o marido, Lena entra em pânico quando uma segunda van chega para buscar Sarah. Pouco depois, ela descobre que o primeiro motorista não faz parte da equipe do acampamento e que sua filha e outras três crianças foram seqüestradas. Após algumas horas, os criminosos enviam um e-mal exigindo 1 milhão de dólares para libertar as vítimas. Mas as condições para a entrega do dinheiro lançam suspeitas sobre alguns dos pais, e os casais começam a se voltar uns contra os outros, expondo seus segredos e relacionamentos já desgastados. Neste suspense de tirar o fôlego, o desespero e a ganância levam algumas pessoas a tomar decisões impensáveis. Mas a fé e a intuição sempre podem superar as dificuldades.


Opinião:



Na Sinopse, já fala bastante do que ocorreu na história, mas não passa nem perto da angustia que sentimos ao ler o livro. Calma! Não é que o livro seja ruim, a história envolve sentimentos de pai e mãe dos quais muitos já conhecem.

O livro é dividido em pequenas partes que narram o que ocorre em lugares diferentes com as familias das crianças que foram seqüestradas, mas a familia que a história tem mais foco é a de Lena e David, sua filha Sarah é determinada e tem apenas Nove anos, mas sua presença diante das outras Três crianças que foram seqüestradas irá facilitar o desenrolar do Drama.

É o primeiro livro que leio sobre seqüestro de crianças e já dá para ter muita noção de como a familia é tomada por um sentimento de culpa mesmo não tendo culpa.

Indico o livro primeiro porque a cada nova leitura mais conhecimentos, segundo porque nem que seja por meio de um livro é bom se colocar no lugar dos outro e em terceiro porque é fantástico ver o desenrolar de um crime e acabar se surpreendendo com as suspeitas criadas no desenrolar da história.

2 comentários:

Elisandra on 1 de junho de 2012 07:40 disse...

Que honra ser a primeira seguidora...\o/..rsrsr...então quero dizer duas coisas. A primeira é que amo opiniões de livros assim, fica perfeito, sem revelar a história e mostrando o que você achou. Segundo é que eu se fosse você colocaria um fundo de uma cor só nas postagens para o pessoal conseguir ler melhor suas palavras...rsrsr....beijokas e sucesso...e obrigado pela visita...elis

http://amagiareal.blogspot.com/

Camila Darc on 3 de junho de 2012 17:09 disse...

Aiiin meu exemplar de Nunca diga Adeus deve chegar essa semana (se td der certo) agora fikei mais ansiosa ainda pra lê-lo! hahaha
beeijos e estou te seguindo de volta
http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Obrigada pela visita.

Sempre retribuo os comentários *-*

 

Eu li e Comentei Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos